Você utiliza o cheque especial? Confira vantagens e desvantagens deste serviço!

Utilizar o cheque especial, pode ser, para muitas pessoas, uma ótima saída para gastos em situações cotidianas inesperadas. Todavia, essa possibilidade guarda vantagens e, concomitantemente, desvantagens. Vem conferir quais são!
PUBLICIDADE

Você costuma usar o cheque especial? Sempre que as contas apertam você corre para ele? Já parou para analisar as suas vantagens e os seus perigos? Esse texto vai esclarecer tudo que você precisa saber sobre esse recurso tão utilizado!

Em algum momento, a maioria das pessoas já precisou usar o cheque especial, que, pode-se assim dizer, nada mais é do que um empréstimo pré-aprovado que está disponível na sua conta corrente e que muitas vezes passa despercebido.

Esse “empréstimo” geralmente é usado em algum momento de muita necessidade, por exemplo quando chega o fim do mês e a sua fatura fecha em um valor muito acima do que você estava preparado. 

Mas será que vale a pena recorrer a ele? A seguir vamos responder todas as dúvidas que surgem com esse assunto, mostrando suas vantagens e riscos. 

Afinal, o crédito especial tem vantagens?  

cheque especial

Podemos começar falando que talvez a maior vantagem é a facilidade em conseguir ele, já que está ali sempre disponível para você, o que pode se tornar uma desvantagem também.

Talvez você nem esteja precisando com tanta urgência dele e acabe utilizando só porque é um caminho prático e fácil (mas nem tanto).  

Mas se realmente for uma grande necessidade, o cheque especial pode se tornar uma alternativa. Lembrando sempre que ele deve ser usado apenas nestes casos de extrema necessidade e abusar desta facilidade pode acabar te causando problemas.

PUBLICIDADE

Pelo fato do cheque especial estar vinculado diretamente com a sua conta corrente, é muito mais prático fazer o pagamento dele, em comparação com empréstimos tradicionais de outras instituições financeiras que não são descontados diretamente da sua conta. 

Se você quiser conferir qual é o limite disponibilizado para você no cheque especial, verifique no seu extrato da conta bancária. 

Geralmente no extrato fica bem distinto o que é a quantia do seu saldo e o que é do cheque especial, mas em alguns raros casos pode ser que não estejam separados, então fique atento e entre em contato com o seu banco se quiser ter certeza do valor de cada um. 

E quais são as desvantagens?

Já alertamos mais acima sobre isso, mas é importante ressaltar de novo que a facilidade em conseguir o cheque especial pode se tornar uma grande desvantagem.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 84566 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

É a facilidade em conseguir que, muitas vezes, se torna o grande motivo de várias pessoas estarem endividadas, que talvez nem estivessem precisando tanto de mais dinheiro naquele momento, mas pela praticidade acabam agindo por impulso, sem refletir se precisam.  

Isso acontece principalmente quando elas não têm controle financeiro e nem conhecimento sobre os valores extremamente altos dos juros. 

Atualmente, os juros mais altos do mercado são os de cartão de crédito, mas os do cheque especial estão aumentando tanto que já quase alcançaram eles. 

Talvez você não saiba, mas até este momento a média da taxa de juros dos cheques especiais em diferentes bancos está próximo de 306,9% ao ano. Extremamente alto, não é?

E a taxa é nesse valor tão exorbitante justamente porque o banco concede de maneira fácil e prática, sem pedir nenhuma garantia, sem negociação, sem contrato e sem toda burocracia que um empréstimo tradicional exigiria. 

Acaba que a comodidade que esse recurso traz tem um preço muito alto para o seu bolso, o que faz com que as desvantagens sejam, sem sombra de dúvidas, muito maiores que as vantagens. 

E por ser descontado diretamente da sua conta, se você não tiver um controle financeiro, pode ser que acabe nem notando o valor alto de juros que está pagando para utilizar um dinheiro a mais. 

Por esse motivo que o cheque especial não pode ser considerado uma boa alternativa a ser usada, a não ser nos casos em que tenha realmente uma extrema urgência e você não tenha uma opção melhor para recorrer. 

E quais são as outras opções?

Existem outras possibilidades de conseguir um crédito pessoal, em que a média de juros é bem mais baixa que a do cheque especial (que é 306,9%), ficando perto de 120%. Uma diferença muito significativa!

E se você é aposentado ou pensionista do INSS, essa diferença pode ser ainda mais considerável, podendo a média de juros ficar na casa dos 25%.

Se você já estiver devendo o cheque especial e não consegue pagar, não se desespere! Existe a possibilidade de solicitar um empréstimo no mercado com taxas muito mais baixas para conseguir pagar a sua dívida com menos sufoco!

E se você solicitou o cheque especial mas se arrependeu e não quer mais usar, saiba que tem o direito de a qualquer momento pedir que cancelem. 

Quanto mais cedo parar de utilizar este serviço, melhor é! Assim diminui as chances de virar uma bola de neve e acabar causando um grande endividamento difícil de se livrar. 

A educação financeira pode ser essencial!

Ainda tem pessoas que acham que a educação financeira é só para quem tem muito dinheiro e precisa aprender a lidar com ele, a fazer investimentos, a aprender sobre bolsa de valores e coisas que não aparecem tanto no dia a dia.

Mas na verdade a educação financeira pode ser algo muito mais básico e deveria ser aprendida por todos que ganham qualquer quantia em dinheiro, não importa o valor, pois muitas vezes os endividamentos são causados por falta de um controle financeiro. 

É necessário planejar todos os meses os valores que você vai receber e os que vai ter que gastar para diminuir as chances de chegar no fim do mês e perceber que não conseguiu pagar todas as contas. 

Sem falar que volta e meia surgem alguns gastos emergenciais, difíceis de prever, e acaba que você não terá nenhum dinheiro separado para isso se não se planejou, tendo que recorrer ao cheque especial, por exemplo.

O controle de gastos pode ser feito até mesmo em um caderno, anotando todas as despesas que você tem e o quanto ganha. Bem simples, não é? 

Sem contar que atualmente existem diversos canais no YouTube com vídeos de muita qualidade que ensinam sobre educação financeira e dão dicas gratuitamente. 

Leia também: Empréstimo Noverde: Condições, taxas de juros e simulação

Leia Mais

Procurando Cartão…