Um guia definitivo para sair do vermelho: Saiba como negociar suas dívidas!

Quer saber como acabar de vez com as dívidas para aliviar o seu bolso e como adquirir hábitos para não se endividar mais? Neste texto, te ajudaremos com tudo isso! 
PUBLICIDADE

Passam anos e anos e você entra no Serasa, sai do Serasa, entra no SPC, sai do SPC, são dívidas intermináveis. Milhares de brasileiros também vivem nesse ciclo vicioso, mas, mesmo que não pareça, ainda existe uma luz no fim do túnel!

E isso se resume em apenas um segredo: entender como negociar dívidas de forma inteligente e definitiva. Se o que você precisa é de uma ajuda para sair desse ciclo do endividamento, parabéns! Você veio ao lugar certo!

O perigo dos juros compostos

ConsultScore - Dívida prescreve após 5 anos? Entenda!

É bem comum a gente ouvir que a dívida "virou uma bola de neve" isso por causa dos juros, entretanto, você sabe de fato como isso acontece? Bom, a explicação é muito simples: os juros cobrados na maioria dos serviços financeiros, são os juros compostos.

O que isso quer dizer?

Quer dizer que os juros vão somando aos valores já pendentes de pagamento e por esse motivo são conhecidos como "juros sobre juros". Caso você tenha uma fatura de cartão de crédito de R$600 em um mês e não consegue pagar, no próximo mês serão cobrados, ao mesmo tempo:

  • Esses R$ 600 acrescido da taxa de juros, que varia de um banco para outro, mas, geralmente, fica entre 12,9% e 16,9%;
  • As parcelas que viriam naquele mês;
  • As multas e encargos por atraso.

Essa situação é uma das que mais atrapalham o pagamento dos débitos. E por essas razões, você deve sempre priorizar o pagamento das suas dívidas.

Passo a passo para negociar dívidas

Você está aqui a fim de procurar o melhor caminho rumo ao nome limpo, então siga! Mas além de procurar o melhor caminho, é necessário investir nas seguintes medidas:

1.Faça um levantamento de tudo que você deve

  • Quais lojas, bancos e instituições financeiras você deve;
  • Quanto tempo tem cada dívida;
  • Qual é o valor delas;
  • Em qual local é possível negociar. existem dívidas que podem ter sido vendidas para recuperadoras de crédito;
  • Anote tudo e faça um planejamento a partir dos passos seguintes

2. Avalie suas condições atuais

Você precisa avaliar sua realidade financeira. Caso você esteja recebendo seguro-desemprego, por exemplo, avalie as seguintes questões.

  • O momento ideal para eu quitar essas dívidas é agora?
  • Vou ter dinheiro o bastante para pagar contas básicas como telefone, luz, água, gás e  gastos com alimentação?

Dicas de como não se endividar novamente

1. Fique apenas com o cartão de crédito

PUBLICIDADE

Abrir mão de vários cartões de será essencial, escolha apenas um  cartão para fazer suas compras.

2. Pense bem antes de comprar

Uma das principais causas do endividamento do brasileiro é por não ter controle nos gastos, diversas pessoas cedem aos impulsos de comprar coisas que não estão no planejamento e dificulta a organização financeira.

Leia também: Inter Cel anuncia novos planos: Confira preços e vantagens

Leia Mais

Procurando Cartão…