Transferências internacionais usando cartão de crédito ganham facilidade; Saiba mais!

Você precisa receber ou realizar transferências para o exterior? Então, confira este artigo e fique informado sobre as boas novas do assunto.
PUBLICIDADE

Na quinta-feira passada, dia 9 de setembro, o Banco Central e o Conselho Monetário Nacional divulgaram uma nova regra que torna mais fáceis as transferências internacionais usando o cartão de crédito.

Segundo a informação divulgada pelo BC, a transação funcionará tal como uma compra com cartão, mas sem uma operação de câmbio realizada por parte do banco. Essa nova medida entrará em funcionamento no dia 1 de outubro.

Usando o cartão de crédito, será possível fazer transferências internacionais de baixo valor, conforme disse o chefe de subunidade do Departamento de Regulação Prudencial e Cambial do Banco Central, Lucio Holanda Oliveira.

transferencias internacionais

Ainda de acordo com ele, esse modo de fazer transferências será rápido, ágil e barato. Se um brasileiro decidir enviar dinheiro a alguém que está em outro país, a transferência aparecerá normalmente na fatura fechada do cartão de crédito, como se fosse uma compra.

Não só isso, mas a medida permite que aqueles que estão no exterior também enviem dinheiro a pessoas que estão no Brasil. O processo é o mesmo, feito por meio do cartão de crédito, a diferença é que quem recebe, precisa ter uma conta vinculada para receber o dinheiro.

Também houve mudanças nas taxas de câmbio. Antes da mudança, era necessário fazer uma operação de câmbio para cada transferência, para que o valor fosse liberado na conta que recebeu. 

As taxas de câmbio agora serão feitas de forma exclusivamente eletrônica e que as empresas de câmbio tenham conta em moeda estrangeira. 

PUBLICIDADE

Acredita-se que o público mais favorecido com a medida serão aqueles que trabalham no exterior e precisam enviar dinheiro à família no Brasil, além de pais que precisam enviar dinheiro aos filhos que estudam em outro país.

Isso se dá pois, conforme a fala de Lucio Holanda, “recebemos mais recursos que enviamos”. 

É necessário deixar claro que existe a possibilidade de existirem tarifas na utilização do cartão de crédito para transferências. Mas, em decorrência da competição entre as financeiras, os custos provavelmente serão muito baixos, senão nulos. 

O técnico continua e diz que a taxa de câmbio será aplicada pelo emissor do cartão de crédito, tendo como referência aquela vigente no dia da operação.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 84566 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Assim, será igual o sistema de compra de cartão com crédito, que tem suas taxas baseadas no dia da compra. O cliente não estará sujeito à avaliação cambial. 

Logo abaixo estão mais alguns detalhes sobre as novas mudanças:

  1. instituições “não bancárias” que estejam autorizadas a operar no mercado de câmbio poderão utilizar diretamente contas em moeda estrangeira mantidas no exterior para liquidar operações feitas no mercado de câmbio.

Alguns exemplos de instituições não-bancárias são: distribuidoras de títulos e valores mobiliários, corretoras de câmbio, corretoras de títulos e valores mobiliários e instituições de pagamento.

  1. Contas de pagamento pré-pagas em reais poderão ser tituladas por pessoas que moram no exterior. 

Se você deseja ler o comunicado na íntegra e saber mais sobre outras mudanças, clique aqui.

A maioria dessas medidas passa a entrar em vigor no dia 1 de outubro de 2021, exceto a regra que autoriza instituições de pagamento a entrarem no mercado de câmbio, que entrará em vigor no dia 1 de setembro do ano que vem. 

Leia também: Saiba quais são as vantagens e desvantagens de uma conta digital conjunta

Leia Mais

Procurando Cartão…