Saiba quais são as vantagens e desvantagens de uma conta digital conjunta

Muitas pessoas já aderiram a conta digital conjunta. Mas, você conhece bem este serviço? Conhece seus prós e contras? Não! Então, confira nosso texto e fique por dentro de tudo.
PUBLICIDADE

Já imaginou ter uma conta bancária em conjunto com um amigo e vocês administrarem os gastos de um modo eficiente? Com a modalidade de conta digital conjunta, isso já é possível. 

Ter uma conta conjunta já era algo comum nos bancos tradicionais, e agora os bancos digitais também oferecem a seus clientes a possibilidade de terem uma conta assim.

Estamos falando do banco digital Digimais. Conhece? Se ainda não, leia esse artigo até o final e descubra todos os detalhes sobre o assunto. 

O que é uma conta digital conjunta?

conta conjunta do casal

Caso você não saiba, a conta conjunta, como o próprio nome diz, é aquela em que o titular administra junto com outra pessoa. Os titulares variam, podendo ser um casal, pais e filhos e até mesmo entre amigos. 

Essa conta permite realizar movimentações financeiras do mesmo modo que uma conta tradicional, tendo como única diferença o compartilhamento, visto que a conta digital geralmente é individual. 

Desse modo, existem dois tipos de conta conjunta:

Solidárias: nessa conta, os titulares conseguem realizar transações financeiras de modo independente, sem que os outros correntistas precisem autorizar. 

PUBLICIDADE

Simples: nessa modalidade de conta, para que um dos correntistas possa fazer alguma movimentação, os outros precisam autorizar. Ou seja, não existe independência. 

Desde que haja acordo entre as partes envolvidas, a conta conjunta é bem positiva. Geralmente ela é usada quando se quer unir recursos financeiros e ter maior controle sobre as finanças, por essa razão, costuma ser usada por casais.

Como funciona?

Como você pôde ver, existem dois tipos de conta digital conjunta, uma que oferece mais independência e outra que não oferece tanto assim. Essa é a única diferença, pois o resto é tudo igual a uma conta individual.

O fato de a conta ser conjunta não impede em nada que o usuário faça transações como em uma conta individual.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 84566 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

Você pode fazer Pix, transferências por TED e DOC, saques em caixas eletrônicos, pagamentos de contas, consulta de saldos, tirar extratos, entre várias coisas. 

Os usuários também costumam ter um cartão de débito para  realizar as operações da conta. Lembre-se que se esta for no formato solidária, não é necessário autorização dos outros correntistas para fazer as movimentações.

Todavia se for conta simples, a autorização dos outros membros é obrigatória, é indicada no caso de pais e filhos menores de idade ou filhos com pais idosos. 

Até o momento, a Digimais é a única instituição financeira a oferecer uma conta digital conjunta. Mas por que outras fintechs não fazem o mesmo?

A resposta é simples: público-alvo. Como os jovens são os que mais usam esse tipo de serviço, acabam não se identificando com uma conta conjunta, que é mais usada por casais.

Além disso, a facilidade de uso das contas digitais não combina com a burocracia que uma conta conjunta representa. 

A Digimais conseguiu unir as duas coisas: uma conta conjunta e prática ao mesmo tempo, que oferece cartões de crédito, seguros, financiamentos e mais. 

Não é necessário ter nenhum tipo de parentesco, assim, até mesmo amigos podem compartilhar uma conta.  Para usufruir da conta, é necessário apenas que uma das pessoas seja titular Digimais e convide outra para participar. 

Outras de suas facilidades são: não-comprovação de renda, transferências gratuitas, recargas no plano pré-pago e mais. 

Leia também: Conheça 5 medidas necessárias antes da solicitação de empréstimos

Leia Mais

Procurando Cartão…