loader image

Programa Auxílio do Bem: Governo do Acre libera 2° parcela

6

O estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), anunciou com satisfação a disponibilização da segunda parcela do programa Auxílio do Bem. Nesta fase, um total de 204 beneficiários foram criteriosamente selecionados para receber uma parcela única no valor de R$ 1.000.

A iniciativa reitera o compromisso do governo em amparar as famílias em situação de vulnerabilidade que foram severamente afetadas pelas enchentes ocorridas em março, demonstrando sensibilidade e responsabilidade social diante dos desafios enfrentados pela população acreana.

Essa ação busca não apenas mitigar os impactos imediatos das adversidades, mas também contribuir para a reconstrução e estabilidade das comunidades afetadas, consolidando, assim, um apoio efetivo e contínuo aos cidadãos que mais necessitam.

Beneficiários e Requisitos

Auxílio do bem

Para ser elegível ao Auxílio do Bem, é imprescindível que as famílias se encontrem em situação de vulnerabilidade decorrente das enchentes de rios, igarapés e/ou enxurradas. Além disso, é obrigatório que estejam devidamente inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) até fevereiro do ano corrente.

Segundo informações divulgadas pelo governo acreano, o aporte financeiro total para essa segunda fase do programa alcança a significativa quantia de R$ 1 milhão, proveniente dos recursos próprios do Estado.

Desse montante, R$ 204 mil serão destinados à nova leva de beneficiários, reafirmando o compromisso do governo em mitigar os impactos causados pelas enchentes, através de uma alocação eficiente e cuidadosa dos recursos destinados ao Auxílio do Bem.

Ampliação do Programa Auxílio do Bem

Na primeira remessa, em agosto, mais de 400 pessoas receberam a parcela única do Auxílio do Bem. Agora, 204 famílias, tanto no interior quanto na capital do estado, Rio Branco, serão contempladas com o auxílio financeiro.

Hilquias Almeida, diretor de Assistência Social, informou que as famílias selecionadas nesta segunda remessa já possuem toda a documentação pronta, garantindo que o pagamento ocorrerá ainda nesta semana.

Entretanto, Almeida destacou que há ainda 324 famílias pendentes de receber a parcela. Essas famílias apresentam pendências de documentos, irregularidades com a Receita Federal ou ausência de conta bancária. A lista dos novos beneficiários, assim como a relação de usuários com pendências, está disponível no site oficial.

Modalidade de Pagamento

A segunda remessa do Auxílio do Bem será efetuada de maneira ágil e segura pela Caixa Econômica Federal, utilizando a conta digital em nome do beneficiário. Essa modalidade de pagamento, além de garantir a eficiência na distribuição dos recursos, oferece às famílias a conveniência de verificar o recebimento do valor por meio das contas associadas aos programas sociais do banco.

Essa abordagem reforça o compromisso em promover uma gestão transparente e acessível, permitindo que os beneficiários acompanhem de forma fácil e imediata o repasse dos recursos essenciais para enfrentar os desafios enfrentados devido às enchentes ocorridas em março.

Critérios de Seleção

No decorrer do criterioso processo de seleção, a gestão do programa adota uma abordagem abrangente, considerando diversos critérios determinantes. Entre eles, incluem-se a verificação da inscrição no Bolsa Família, a análise da renda per capita, o número de integrantes no lar, e demais requisitos estabelecidos no decreto que regulamenta o Auxílio do Bem.

Essa minuciosa avaliação assegura a distribuição justa e equitativa do auxílio, atendendo de forma precisa às necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade afetadas pelas enchentes de março. Dessa forma, o programa visa atingir os objetivos estabelecidos com transparência e eficácia, garantindo que o suporte financeiro alcance aqueles que mais necessitam.

Conclusão

Em resumo, o governo do Acre, por meio da SEASDH, está comprometido em auxiliar as famílias afetadas pelas enchentes, fornecendo suporte financeiro por meio do programa Auxílio do Bem. A iniciativa visa aliviar as dificuldades enfrentadas por essas famílias, contribuindo para a reconstrução de suas vidas.

É importante destacar que o governo acreano continua monitorando a situação e pode ampliar o programa para atender mais beneficiários. A transparência na divulgação das listas de beneficiários e de pendências demonstra o compromisso em garantir que o auxílio chegue efetivamente às famílias que mais necessitam.

No cenário atual, marcado por desafios econômicos e sociais, iniciativas como o Auxílio do Bem desempenham um papel crucial na promoção do bem-estar e na mitigação dos impactos causados por eventos climáticos extremos. A expectativa é de que essas ações governamentais continuem a evoluir, adaptando-se às necessidades emergentes da população acreana.