Dicas para começar a investir!

Deseja investir, mas não sabe por onde começar? Então foca no nosso artigo! Preparamos as melhores dicas para você, investidor iniciante.
PUBLICIDADE

Infelizmente, nós não somos ensinados desde sempre que o que ganhamos precisa ser investido para conseguirmos ter ainda mais dinheiro, visto que a ideia sempre foi ter dinheiro para conquistar nossos bens materiais. Mas como comprar coisas ainda melhores?

Uma forma de conseguir ainda mais dinheiro é começar investimentos, mas muitas pessoas não sabem nem por onde começar. Exatamente por conta disso que nós criamos esse texto cheio de dicas para começar a investir, a fim de informar ainda mais os nossos leitores. Siga lendo para saber mais!

O que caracteriza um investimento?

Antes de passarmos para as dicas de investimentos, precisamos saber exatamente o que é um investimento, afinal de nada adianta querer fazer dinheiro sem saber o que você está tentando fazer da vida, certo?

fundos de investimento o que sao caracteristicas e como investir 2 1024x512 1
Dicas para começar a investir! 3

Logo, um investimento nada mais é do que uma forma de aplicação de capital que tem como objetivo benefícios no futuro, ou seja, é algo de longo prazo. Para se ter um investimento produtivo, é necessário ter um lucro igual à taxa de juros ou superior.

Agora que você já sabe exatamente o que é um investimento, vejamos quais são os tipos de investimentos disponíveis no mercado financeiro, para que você saiba quais são as opções disponíveis antes de começar.

Os tipos de investimentos do mercado financeiro

Os investimentos se dividem em dois grupos principais: renda fixa e renda variável. Dentro desses dois grandes grupos, nós temos diversos tipos de investimentos que detém um maior ou menor risco e, quanto maior o risco do investimento, maior o valor que você irá receber no fim.

Renda fixa

Os investimentos de renda fixa são aqueles em que a rentabilidade é definida no momento da contratação e contam com uma taxa fixa que pode ser pré ou pós-fixada. Dentre os exemplos de investimentos de renda fixa que temos disponíveis, destacam-se Tesouro Direto, CDB, LC, LCA, LCI e Debêntures.

PUBLICIDADE

Os investimentos de renda fixa não rendem tanto quanto os de renda variável.

Renda variável

Como o próprio nome do investimento já diz, com o investimento de renda variável os preços de aquisição irão variar e também os seus rendimentos e, por ser um investimento de alto risco, ele também irá te oferecer muito de volta. Dentre os exemplos de investimentos, destacam-se Ações, Fundos Imobiliários, ETFs, Commodities, Câmbios e Fundos de Investimento. 

Lembrando que é importante definir quais são os tipos de investimentos que você deseja para compor a sua carteira de investimentos e quanto mais variada ela for, melhores opções para receber dinheiro rapidamente você terá. 

Dicas para começar a investir

Chegamos na parte mais importante do nosso texto que são as dicas para começar a investir, mas apesar de ter ficado mais para frente, não poderíamos deixar de te apresentar quais são as formas de investimentos disponíveis.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 84566 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

1- Estabeleça os seus objetivos

Em primeiro lugar, você deve fazer um planejamento, ou seja, definir o porque você quer investir e guardar aquele dinheiro. Se você quer comprar um carro, existe um tipo melhor de investimento, para comprar um imóvel, outro tipo de investimento e tudo vai variando de acordo com o que você deseja.

Depois de definir os seus objetivos, você verá se os seus investimentos serão de curto , médio ou longo prazo e dessa forma você conseguirá organizar as suas finanças para o segundo passo.

2- Determine o valor que será investido mensalmente para organizar o seu orçamento

Por que você deve seguir esse passo? Porque se você não determinar o valor que será investido por mês, deixando apenas “o que sobrar da sua renda”, muitos meses você pode acabar não investindo por conta de gastos inesperados.

Por isso, assim que você receber o seu salário, você deve contar o seu investimento como um gasto naquele mês e deve aplicar o dinheiro no fundo escolhido imediatamente, a fim de não gastar o que seria investido sem querer.

3- Descubra o seu perfil de investidor

Você deve levar algumas situações que podem acontecer quando você estiver investindo, como por exemplo, perdas no dinheiro que você adicionou no fundo ou talvez um investimento extraordinário que, no fim, acabou não dando em nada pela oscilação do mercado.

Analisando como você passaria por certas situações, você pode determinar se você seria um investidor Conservador, Moderado ou Agressivo. Analise como você reagiria a certas coisas para não ter preocupações no futuro.

4- Estude sobre investimentos e selecione uma carteira diversificada

Depois de entender os principais conceitos sobre os investimentos, você deve estudar ainda mais sobre isso, pois é um mercado que está sempre em constante mudança e com diversas oscilações, você precisa saber como agir em certas situações.

Levando isso em consideração, você deve estabelecer uma carteira de investimentos diversificada, que deve levar em consideração diversos riscos de aplicações e cada um deles é específico para uma das situações. Não se esqueça que ter entendimento sobre o seu perfil de investidor e sobre qual tipo de investimento você deseja fazer é o mais importante.

5- Abra uma conta em uma corretora

Muitas pessoas acham que corretoras lidam apenas com a bolsa de valores, mas essa é, na realidade, uma informação equivocada. As corretoras são instituições financeiras que são autorizadas a receber as ordens de compra e venda de ações e clientes e ainda executar essas operações.

A melhor parte das corretoras é que elas são especializadas na parte de investimentos e por isso conseguem oferecer melhores serviços e vantagens aos seus clientes, diferente do que você encontraria em um banco, por exemplo, que conta com uma gama muito grande de serviços e acaba não focando apenas em um.

Para abrir uma conta em uma corretora, você precisa de alguns documentos básicos para realizar o seu cadastro e, depois de acertar com o seu corretor qual será o seu tipo de investimento, basta fazer uma transferência para finalizar a sua ação.

Agora você já tem tudo o que é necessário para começar a investir, basta selecionar a melhor corretora disponível, seu perfil de investidor e começar a ganhar dinheiro rapidamente. Boa sorte!

Leia Mais

Procurando Cartão…