3 hábitos que podem diminuir gastos no fim do mês; Confira!

O desejo de se organizar financeiramente faz parte dos planos de diversas pessoas, entretanto, enormes são as dificuldades quando o assunto é por em prática a diminuição de gastos. Se você também se identifica como uma dessas pessoas, vem conferir nosso texto!
PUBLICIDADE

Se organizar financeiramente pode ser um pouco complicado, principalmente quando alguns imprevistos acabam acontecendo e o dinheiro acaba sendo insuficiente. Nesses momentos o desespero bate e ficamos sem saber como prosseguir.

Pensando em formas de reduzir os seus gastos ao longo do mês, nós preparamos uma lista com 3 formas organizar as suas finanças para que, no fim do mês, se você passar por um imprevisto, ele não será tão desesperador assim. Siga lendo para saber mais!

1- Pare de culpar fatores externos e assuma os seus gastos

como economizar dinheiro em 2021 800x450 1

Nós somos seres humanos e, obviamente, temos uma tendência bem grande a dar desculpas para as famosas “escapadinhas” ao longo do mês. “Ah, mas estava em promoção”, “Foi um imprevisto, não poderia deixar de gastar aquele dinheiro”. Mas será que foi realmente um imprevisto?

Você é um adulto e deve tomar conta das suas finanças como um adulto! Se organize, reduza seus gastos, veja onde você pode gastar menos e realmente faça isso. Para de dar desculpas pela falta de dinheiro no final do mês, você não é mais uma criança para não assumir suas responsabilidades.

Analisar em que momentos os gastos estão acontecendo também pode ser importante, visto que costumamos criar padrões de comportamento. Ao identificar certas atitudes, tente retirar aquelas situações do seu mês ou do seu cotidiano para não cair em tentação. No final, tudo dará certo.

2- Faça um orçamento visando a redução de gastos

Todas as pessoas adoram uma reunião em família, mas os brasileiros mais do que qualquer outro. Nós temos o costume de fazermos grandes festas, chamar todo mundo, trocar presentes e comer bastante. Isso, obviamente, envolve gastos, logo você deve se planejar com antecedência.

Recomendamos que você faça uma planilha com todos os feriados que terá no ano, quanto você gastou nos anos anteriores com os mesmos feriados e o que você pode fazer para que esses gastos sejam reduzidos. Comprar um presente mais barato? Não comparecer em algum deles? Você que sabe, desde que seja bem executado.

PUBLICIDADE

O mesmo tipo de planejamento pode ser feito mensalmente. Analise o que você gastou no mês anterior, considere quais foram os imprevistos e os excessos que você teve e tome consciência disso, pois somente dessa forma você será capaz de mudar a sua atitude.

Caso você tenha dificuldades para conseguir organizar os seus gastos ao longo do mês, você pode procurar por aplicativos ou sites que ajudam a se organizar e são excelentes. Também existem alguns sites que ensinam a investir o dinheiro que sobrou no final do mês.

3- Guarde mais dinheiro e compre menos parcelado

Infelizmente, muitas vezes nós acabamos não tendo muita consciência de como reduzir os nossos gastos e acabamos nos tornando grandes acumuladores. Dentre os hábitos que podemos mudar ao longo da vida, destacam-se:

  • Brechó: Vender as roupas que você não usa mais é uma excelente forma de conseguir um dinheiro a mais, além de permanecer apenas com as coisas que você realmente gosta;
  • Refeições: Todos nós sabemos que o preço dos alimentos está extremamente caro, por isso é importante analisar se comer em casa ou comer fora vale mais a pena. Caso fazer as suas refeições em casa valha mais a pena, é recomendado que você sempre leve o alimento com você para não ter imprevistos;
  • Planos e serviços: Atualmente, existe uma necessidade bem grande de internet e tv a cabo para conseguirmos um pouco de diversão. Infelizmente, nem sempre procuramos as melhores opções disponíveis no mercado e acaba havendo um gasto desnecessário por falta de procura de melhores opções;
  • Renda extra: Se você tiver tempo, procure conseguir uma renda extra além do que você já recebe normalmente no seu trabalho. Nesse caso, pode incluir vendas de alimentos ou um segundo emprego;
  • Estratégias de economia: Eletrônicos realmente gastam uma grande quantidade de energia, por isso quando você estiver saindo de casa, sempre desligue o que pode ser desligado e o mesmo vale para lâmpadas e reaproveitamento de água;
  • Promoções e cupons de desconto: Antes de comprar um novo item, sempre procure o que estiver mais barato (analisando se a qualidade é suficiente para ele se pagar a longo prazo) e espere por datas de promoções, assim você evita gastos desnecessários;
  • Vícios: Tente eliminar todo e qualquer tipo de vício que esteja gerando um gasto desnecessário, sem retorno. Isso vale para cigarros, álcool, compras e outros.

Lembrando que você não precisa fazer tudo isso de uma vez só, aliás nem seria saudável. Vá por partes dessa lista e analise em quais áreas você tem mais dificuldade para economizar, o que está causando essa situação e, por fim, resolva o problema.


Encerra em 13:00

Cartão que pode te liberar R$ 250,00 de limite.

Mais de 84566 pessoas já solicitaram o seu

* Sujeito à análise de crédito.

As pequenas atitudes geram grandes resultados no futuro

Tudo o que citamos nessa pequena lista é possível para qualquer pessoa, desde que haja determinação e vontade de fazer diferente. Você precisa se conhecer e entender quais são os seus hábitos para conseguir, por fim, mudar o que está fazendo há anos.

O nosso cérebro é completamente capaz de mudar conforme as adversidades da vida e, caso você esteja passando por um período que está com um pouco menos de dinheiro, esse pode ser o momento certo para investir em uma mudança de hábitos que trará grandes resultados no futuro.

Segui todas as dicas e não estou conseguindo reduzir meus gastos, o que faço?

Em primeiro lugar, não se desespere. Não é sempre que conseguimos mudar de vida sozinhos e está tudo bem. Nesses casos, nós recomendamos que você procure por consultores financeiros, que apesar de serem mais um gasto, eles serão capazes de te ajudar a ter melhores resultados no futuro.

Não se esqueça que, depois de conseguir economizar um pouco no final do mês, você deve usar esse dinheiro como uma forma de investimento. Se for 5% ou 10% do seu salário, já será ótimo para garantir um futuro mais tranquilo e de qualidade. 

Se você quiser saber mais sobre investimentos e formas de viver de renda no futuro, nós temos um texto completo aqui no nosso site para você conferir. Basta clicar neste link. 

Leia também: Viver de renda: Saiba de quanto precisa, como se organizar e onde investir!

Leia Mais

Procurando Cartão…